sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Tagliatelle com camarão, salmão fumado e espargos verdes

Olá a todos
Hoje trago-vos uma nova variante de uma receita que já tinha feito e publicado.
Como sempre, é uma receita simples e rápida.
O senhor carnívoro cá de casa até se deliciou com este prato e reclamou por mais hihi


- 150g de salmão fumado
- 10 camarões crus
- 6 espargos verdes
- metade de uma cebola
- 1 dente de alho
- 125ml de caldo de frango ou de legumes
- queijo ralado (de preferência parmesão em pó)
- sal, pimenta
- azeite
- salsa picada
- 200g de tagliatelle (ou outra massa que prefira)
- 200ml de natas

Pele os espargos e coza-os em água a ferver durante 7 minutos. Retire e deixe arrefecer alguns minutos mas guarde a água para cozer a massa.

Refogue a cebola e o alho picados num fio de azeite. Adicione o caldo e reduza até não haver quase liquido nenhum. Junte agora os camarões e os espargos e deixe refogar durante 5 minutos, até os camarões mudarem de cor, de ambos os lados. Adicione as natas e deixe cozer apenas até engrossar ligeiramente.

Tempere com sal e pimenta.

Aqueça novamente a água que guardou até levantar fervura e coza a massa. Para os tagliatelles, coza durante apenas 3 minutos e escorra imediatamente. Para as restantes massas, siga as indicações do pacote.

Misture a massa ao preparado anterior e está pronto para servir!! Polvilhe com queijo ralado, se gostar.




terça-feira, 22 de setembro de 2015

Empadão quebequense

Hoje apresento-vos a versão canadiana, ou mais precisamente a versão quebequense, do empadão.

Muito fácil de realizar e possivel de congelar em pequenas porções para os dias mais atarefados.

Ouso dizer que prefiro esta receita à nossa tradicional portuguesa porque o milho faz uma combinação perfeita com a carne e o puré.

A receita que publico hoje é uma variação da receita original, visto que leva queijo. Encontrei-a no site www.ricardocuisine.com


- 1kg de carne picada (usei 500g de porco e 500g de vaca)
- 6 batatas médias/grandes
- 1/2 chávena de leite quente
- 2 colheres de sopa de manteiga
- 1 grande latade milho cozido (entre 500 e 700g)
- 600g de queijo (esta receita leva um queijo típico daqui que não encontrarão em Portugal. Podem substituir por um queijo tipo Babybel ou mozzarela)
- sal e pimenta
- noz moscada
- colorau
- 2 dentes de alho
- 1 cebola média
- azeite

Préaqueça o forno a 200C. 
Coza as batatas durante aproximadamente 10 minutos. Escorra e esmague-as para fazer puré.
Junte o leite quente e a manteiga e misture bem. Se achar que o puré está muito espesso, adicione mais um pouco de leite quente.
Tempere com sal e noz moscada. 
Refogue a carne picada com  a cebola e o alho num pouco de azeite. Tempere com sal e pimenta.
Transfira a carne para um tabuleiro, cubra com o queijo cortado aos pedaços e com o milho.
Termine com o puré, polvilhe com o colorau e leve ao forno durante 40 minutos. 
Acompanhe com salada de alface.
Bom apetite !



quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Compota de morango

Aqui em Montréal temos a sorte de ter uma abundância de frutas e legumes locais de excelente qualidade.

Com o Outono à nossa porta (ainda que esteja muito calor ainda!), há que aproveitar dos ultimos frutos de Verão para fazer provisões e reservas para o resto do ano.

E foi isso que decidi fazer com uma grande caixa de morangos bem docinhos que comprei na mercearia perto da minha casa. Gosto imenso deste comércio de proximidade, quase todos os produtos da mercearia vêm de produtores locais!

O resultado foi 8 frasquinhos de doce de morango que serão consumidos com grande prazer naquelas manhãs bem frias que por aqui conhecemos...

A receita é muito simples e fácil de realizar, não hesitem em experimentar,  não há como falhar! ;)


Para 8 frascos pequenos:
- 2 kg de morangos já arranjados
-1 kg de açúcar especial para compotas
- 2 colheres de sopa de sumo de limão

Ponha todos os ingredientes numa panela e leve ao lume até levantar fervura (se tapar a panela, tenha cuidado porque vai formar rapidamente espuma e transbordar).
Mexa bem com uma colher de pau, diminua o lume e deixe cozer durante aproximadamente 1 hora, mexendo regularmente.
Se não gostar de pedaços na compota, pode utilizar a varinha mágica directamente na panela, durante a cozedura (cuidado para não se queimar!) ;)

É hora de esterilizar os frascos: meta os frascos e as tampas numa grande panela com água a ferver (a água tem que cobrir todos os frascos) e deixe ferver durante 20 minutos.

Retire os frascos e meta-os em cima de um pano limpo e seco.
Encha os frascos com a compota mas não totalmente, deixe um pequeno espaço livre de aproximadamente 1 cm.
Feche bem os frascos e vire-os ao contrário até arrefecerem completamente.

E já está! ;)



domingo, 26 de julho de 2015

Batido de melão

Tinha no frigorifico umas fatias de um melão demasiado maduro... e agora que os 'smoothies' estão na moda, pensei logo em aproveitar este melão para fazer um batido para o pequeno-almoço. E ficou muito bom ! Juntei uns moranguitos e uns mirtilhos que tinha ali e foi uma delicia. Não gosto de bebidas muito açucaradas por isso não adicionei nenhum açúcar.


- 5 fatias de melão maduro
- 4 morangos
- 6 mirtilhos
- 100 ml de leite frio

Corte o melão em pequenos pedaços e junte aos restantes ingredientes num copo alto.
Triture muito bem e sirva logo.

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Bolachas de aveia e manteiga de amendoim

Tive o prazer de me juntar ao grupo 'Dorie às sextas' no Facebook (obrigada por me terem aceite) e publiquei hoje a minha 1a participação, que foi um grande sucesso aqui em casa!
Segui as instruções à risca e as bolachas ficaram mesmo deliciosas!!
Levam muitos ingredientes mas são fácéis de fazer!


Faz aproximadamente 60 bolachas
3 chávenas de flocos de aveia
1 chávena de farinha
1 colher de chá de bicarbonato de sódio (não pûs)
2 colheres de chá de canela
1/4 colher de chá de noz moscada ralada
1/4 colher de chá de sal
225 gramas de manteiga sem sal à temperatura ambiente
1 chávena de manteiga de amendoim (com ou sem pedaços)
1 chávena de açúcar branco
1 chávena de açúcar amarelo
2 ovos grandes
1 colher de chá de extrato de baunilha
255 gramas de chocolate picado em pedaços pequenos (ou 1,5 chávenas de pepitas de chocolate)
Pré-aquecer o forno a 175ºC e forrar 2 tabuleiros com papel vegetal ou tapetes de silicone.
Misturar a aveia com a farinha, o bicarbonato, as especiarias e o sal.
Numa taça grande, bater a manteiga com a manteiga de amendoim e os dois açúcares em velocidade média até estar suave e cremoso. Juntar os ovos, um de cada vez, batendo 1 minuto entre cada adição, e juntar depois a baunilha, continuando a bater. Reduzir a velocidade para o mínimo e juntar lentamente os ingredientes secos, batendo apenas até estarem misturados. Juntar os pedaços de chocolate. Se possível, refrigerar a massa durante duas horas para fazer bolachas mais perfeitas, retirando a massa com uma colher, fazendo uma bola com as mãos e colocando-as no tabuleiro com 5 cm de distância entre elas e pressionando-as gentilmente com a palma da mão até terem cerca de 1,25 cm de altura; se não for possível esperar, deitar apenas as colheradas de massa nos tabuleiros com 5 cm de distância entre elas.
Levar ao forno durante 13-15 minutos, rodando os tabuleiros e trocando-os em altura ao fim de 7 minutos. Deverão ficar douradas e apenas firmes nas extremidades e deverão ser retiradas dos tabuleiros com uma espátula para arrefecerem. Repetir o processo com a restante massa.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

'Overnight oats' com baunilha e mirtilhos e uma convidada especial

Hoje tenho o prazer de vos apresentar uma receita sugerida pela minha convidada especial, a minha irmã Débora J

Ela comprou o livro ‘Manhãs Com Segredos’, da Samanta McMurray, e está apaixonada pelas receitas simples e saborosas que lá encontra. E é realmente uma boa idéia de partilhá-las convosco J para além de serem simples e saborosas, são saudávéis e pouco calóricas. Não há mesmo desculpa para não as experimentar!
E a minha mana tem muito jeitinho para a apresentação dos pratos, digam lá se não dá mesmo vontade de provar? :-) Obrigada pela partilha, Débora!


- 100g de aveia
- 1 colher de café de essência de baunilha
- 100ml de chá branco (ou outro à escolha)
- 1 colher de sopa de canela
- 125g de iorgurte grego natural
- mirtilhos a gosto
- uma pitada de sementes de chia

Numa tigela, misturar a aveia, a essência de baunilha e o chá, ainda morno, juntamente com a canela.
Colocar este preparado e o iogurte, em camadas, num copo e reservar no frigorifico durante a noite.
Servir com mirtilhos frescos e uma pitada de sementes de chia.

sábado, 2 de maio de 2015

Bolo com pepitas de chocolate

‘Podes fazer-me um bolito rápido para eu levar para os meus colegas?’ CLARO QUE SIM!!!!!!!!
Adoro este tipo de pedidos, ponho-me logo à procura de novas receitas e regalo-me diante destas oportunidades inesperadas de voltar aos tachos! J
Encontrei rapidamente uma receita que me agradou e o resultado foi um bonito bolo que cheirava tão bem!!!
Não o provei mas só ao cortá-lo vi que a textura ficou óptima: crocante por fora e bem fofinha por dentro.
Pelos dizeres do maridinho, o bolo foi aprovado pela equipa J Por isso, posso partilhar a receita, que encontrei aqui: http://www.marciatack.fr/recette-cake-aux-pepites-de-chocolat/ 




-         -  250g de farinha
-        -  1 pacotinho de fermento químico
-        - 120g de manteiga amolecida
-        - 120g de açúcar
-        -  2 ovos
-        -  150g de pepitas de chocolate

Préaqueça o forno a 210C.
Bata o açúcar com a manteiga durante alguns minutos e junte, em seguida, os ovos. Continue a bater até obter uma preparação cremosa.
Junte agora a farinha e o fermento e bata mais uns instantes. Adicione, por fim, as pepitas de chocolate e misture tudo muito bem.
Verta a preparação numa forma untada e polvilhada com farinha e leve ao forno (210C) durante 10 minutos. Diminua para 160C e deixe cozer durante 35 minutos.
Deixe arrefecer completamente antes de desenformar.



segunda-feira, 27 de abril de 2015

Hamburger com cebola e ovo estrelado

Desta vez quase que não é bem uma receita que vos apresento mas uma idéia de refeição rápida e deliciosa. É boa para aqueles dias de semana em que estamos com pressa e sem muito tempo para fazer o jantar.
Como estou a tentar cortar os feculentos ao jantar, acompanhei com salada de alface, tomate e pepino e soube-me tão bem!
- 1 hamburguer
- 1 ovo
- metade de uma cebola
- sal e pimenta
- 1 colher de sobremesa de óleo

Fritei o hamburguer numa frigideira antiadesiva bem quente sem meter nenhuma gordura. Espera-se mais ou menos 2 minutos e depois vira-se o hamburguer. Deixa-se fritar mais uns 2 ou 3 minutos, sempre a lume alto.
Como gosto de carne mal passada, retirei imediatamente da frigideira,  passei para um prato e temperei com sal e pimenta.
Cortei a cebola em rodelas finas e meti na frigideira onde fiz o hamburguer, junto com o óleo.
Deixei cozinhar uns minutos até a cebola estar tenra. Temperei com sal e pimenta e retirei a cebola da frigideira, metendo-a em cima do hamburguer. 
Fritei o ovo, sempre na mesma frigideira, e transferi-o para cima da cebola.
E, como disse acima, acompanhei com salada de alface, tomate e pepino.
Um regalo!


segunda-feira, 20 de abril de 2015

Bolo de tangerina (nova receita)

Olá! ;)
Experimentei hoje uma nova receita de bolo de tangerina e é realmente melhor que a anterior.
É a receita que vou agora guardar para repetir vezes sem conta!
Experimentem e não vão ficar desiludidos! Ficou fofinho e com verdadeiro sabor a tangerinas. 
Encontrei a receita aqui: http://www.cuisinez-corse.com/recette-du-fondant-aux-clementines-corses/
- 150g de manteiga
- 150g de açúcar
- 150g de farinha
- 6 tangerinas
- 3 ovos
- 1 colher de sobremesa de fermento
Préaqueça o forno a 180C. 
Misture a farinha, o açúcar, o fermento, os ovos e a manteiga derretida num grande recipiente. 
Bata tudo muito bem até obter um creme liso e fofo.
Esprema 4 tangerinas e adicione o sumo ao preparado anterior.
Mexa bem e deite a massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha. 
Leve ao forno durante 40 minutos. 
Deixe arrefecer antes de desenformar. 
Durante esse tempo, esprema as restantes tangerinas (2) e guarde o sumo.
Depois de desenformar o bolo, pique-o em vários sitios com um palito. Regue com o sumo, devagarinho para que o bolo tenha tempo de absorver o sumo.
E está pronto! ;)

terça-feira, 17 de março de 2015

Bolo de tangerina (sem leite e sem ovos)

Muitas tangerinas maduras. Veio logo a ideia de fazer um bolinho para aproveitá-las. Não se desperdiça nada aqui em casa!  ;) Mas só tinha um ovo no frigorifico... comecei à procura de receitas que pudessem adaptar-se aos ingredientes que cá tinha.
Encontrei esta receita no www.petiscos.com que nem leva nenhum ovo e que precisa de muitas tangerinas. Optimo, era mesmo isso que procurava!
E que bom que ficou este lindo bolo! Um bom reconforto neste domingo cheio de neve aqui no Canadá. Não ficou muito doce, o que achei óptimo. E a textura estava excelente! Mesmo fofinho!

- 2 chávenas de sumo de tangerina
- 3 chávenas de farinha
- 1/2 chávena de açúcar
- 1/2 chávena de óleo
- 1 colher de sopa de fermento

Para a calda:
- sumo de 2 tangerinas
- 1 colher de sobremesa de açúcar

Préaqueça o forno a 180C. 
Misture primeiro a farinha e o açúcar. 
Junte agora o óleo e o sumo e misture delicadamente para não formar grumos.
Adicione, em último, o fermento e mexa bem.
Verta para uma forma untada e polvilhada com farinha.
Leve ao forno durante 30 minutos.
Deixe arrefecer antes de desenformar.

Desenforme e faça alguns furinhos no bolo com um palito e regue com o sumo de 2 tangerinas (se gostar de um toque mais açúcarado, junte o açúcar ao sumo antes de regar).

domingo, 15 de março de 2015

Arroz de ervilhas

É o meu arroz preferido e com certeza que a maioria de vocês também o sabem fazer ;) mas quis à mesma partilhar a receita e esta vez tentei medir e pesar os ingredientes de propósito para pôr aqui no blogue, porque costumo fazer sempre a olho.

- 1 cebola pequena
- 1 fio de azeite
- 150g de ervilhas
- 200g de arroz
- aproximadamente 1l de água
- sal grosso

Refogue a cebola picada no azeite.
Quando estiver douradinha, acrescente um copo de água a ferver e deixe cozer durante 2 minutos.
Adicione o resto da água e as ervilhas. Tempere com sal e deixe ferver durante 2 minutos.
Junte agora o arroz, diminua o lume e deixe cozer durante mais ou menos 10 minutos, mexendo de vez em quando.
Se for necessário, vá acrescentando água a ferver e mexa.
Rectifique o tempero,  se necessário, e vá provando o arroz de vez em quando. 
Desligue o lume quando o arroz estiver 'al dente', retire do lume, cubra e deixe reposar 5 minutos antes de servir.
 E aqui estã um excelente acompanhamento!

sábado, 7 de março de 2015

Delícia de chocolate

Atenção aos fãs de chocolate, esta receita vai provocar um ataque súbito e incontrolável de guloseima pura!
Que bem que nos soube esta receita!
Uma verdadeira delícia e ficou simplemente perfeito.
Encontrei a receita aqui: http://www.lacuisinedujardin.com/recette/fondant-coulant-chocolat-2-personnes-sans-farine-gluten

Para 2 pessoas:
- 25g de açúcar
- 25g de manteiga
- 1 ovo
- 90g de chocolate de cozinha (a receita  original dizia só 80g)
- 1 colher de sopa de farinha Maizena

Pré-aqueça o forno a 180C. 
Derreta o chocolate com a manteiga em banho-maria ou no microondas (se usar o microondas, tenha cuidado para não queimar o chocolate, 1min15 na potência máxima deve chegar).
Bata o açúcar com o ovo e junte, em seguida, a mistura de chocolate e manteiga. 
Adicione agora a Maizena e misture delicadamente.
Unte duas forminhas com manteiga e verta o preparado.
Leve ao forno durante exactamente 10 minutos, nem mais nem menos.
Retire imediatamente do forno e deixe arrefecer durante 15 minutos antes de servir.


sexta-feira, 6 de março de 2015

Pão caseiro

Hoje partilho, com muito prazer, a receita de pão caseiro que descobrimos no site www.750g.com e que é mesmo infalivel! Não paramos de repetir a receita e o pão é mesmo perfeito. Acabaram-se as idas à padaria, sobretudo que aqui no Canadá estava dificil encontrar um padaria a nosso gosto e, quando finalmente encontrámos, o pão custava uma fortuna! Agora fazemos sempre o nosso pão aqui em casa, é divertido, rápido e sobretudo delicioso!


- 1 kg de farinha
- 625g de água morna (atenção: a água não pode estar quente, senão corta o efeito do fermento)
- 16g de sal
- 30g de fermento de padeiro

Coloque, no robot culinário (com o acessório para amassar), a água, o fermento em migalhas, a farinha, e, por ultimo, o sal.

Escolha a função mais lenta e deixe amassar durante 5 minutos.

Retire o recipiente do robot, cubra com filme alimentar e deixe reposar até a massa ter duplicado de volume (1 ou 2 horas).
Retire o filme de plástico e vá dobrando as extremidades da massa para o interior afim de expulsar o ar que se formou dentro da massa.
Transfira a massa para uma superficie plana, ligeiramente polvilhada com farinha, e continue a manipulação de expulsar o ar.

Forme uma bola e meta-a num tabuleiro de ir ao forno, coberto de papel vegetal. Cubra a massa novamente com filme transparente e deixe reposar durante 30 minutos.
Pré-aqueça o forno a 220C.
Retire o plástico e leve ao forno durante 12 minutos. Sem abrir a porta do forno, desça a temperatura para 180C e deixe cozer ainda 10/15 minutos.
Retire o pão do forno e verifique se está bem cozido por dentro: bata com os dedos fechados (como se estivesse a bater à porta) na parte inferior do pão e se o som for oco, é porque está bem cozido.

terça-feira, 3 de março de 2015

Salada de orelhas de porco

Quem lê o nome deste prato, faz cara feia.
Mas o que é certo é que é um petisco bem apreciado pela maioria dos portugueses e nós lá em casa não somos excepção J Que bem que nos soube esta saborosa entrada! Foi a primeira vez que a fiz e devo confessar que é mesmo fácil de realizar.


Para a cozedura:
- 4 orelhas de porco
- ¼ de um ramo de salsa
- metade de uma cebola com alguns cravinhos espetados
- metade da rama verde de um alho francês
- 1 folha de louro
- sal grosso

Para o tempero:
- 2 colheres de azeite
- 1 colher de vinagre
- sal e pimenta
- 2 colheres de sopa (bem cheias) de salsa picada
- metade de uma cebola picada

Meta as orelhas de porco, juntamente com os outros ingredientes de cozedura, numa grande panela com água fria e adicione uma pitada de sal grosso. Assim que levantar fervura, diminua o lume para lume médio e deixe cozer durante 1 hora.
Escorra e guarde apenas as orelhas. Corte-as aos quadradinhos, deixe arrefecer e transfira para uma saladeira. Junte agora os ingredientes do tempero e misture bem.
Deixe reposar no frigorifico durante pelo menos 1 hora para marinar bem. Mexa mais uma vez antes de servir.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Tarte pastel de nata

Quem aprecia pastéis de nata, vai adorar esta tarte. Todo o sabor dos pastéis mas em formato gigante ;)
Fácil e rápida, vai com certeza repetir esta receita vezes sem conta.

- 1 rolo de massa folhada
- 150g de açúcar
- 500ml de leite
- 4 gemas
- 50g de farinha Maizena

Desenrole a massa folhada e disponha-a numa forma de tarte. Pique o fundo da tarte com um garfo.
Prepare agora o recheio : num tacho, misture o leite, a maizena e o açúcar. Leve ao lume e vá sempre mexendo até levanter fervura e começar a engrossar. Junte imediatemente as gemas batidas e mexa muito bem. Coloque este crème na forma e leve ao forno pré-aquecido a 220C, durante 20/25 minutos.
Deixe arrefecer antes de desenformar.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Panquecas saudáveis

Panquecas ! Faz-nos logo pensar em muitas calorias e muita gordura, PROIBIDO! ;)
Nada disso! Se está de dieta ou se procura simplesmente uma alternativa mais leve e menos calórica, aqui vai uma óptima receita:


- 50g de flocos de aveia
- 100g de iogurte grego natural
- 3 claras de ovo
- 1 colher de sopa de fermento
- 1 colher de chá de essência de baunilha

Triture os flocos de aveia para obter uma farinha.
Misture a farinha aos restantes ingredientes e mexa bem.
Aqueça uma frigideira antiaderente e meta uma concha da preparação. Espere alguns segundos e vire a panqueca, deixando também fritar apenas alguns segundos do outro lado.
Retire imediatamente para um prato e repita a operação até acabar a massa.
Barre as panquecas com o seu ingrediente preferido: doce de morango, mel, etc.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Esparguete com camarão

Quem disse que os jantares durante a semana têm que ser enfadonhos devido à falta de tempo?
Aqui têm uma receita super rápida, que se faz em menos de meia hora e que é absolutamente deliciosa!



- 400g de camarao descascado
- 2 tomates grandes
- 3 dentes de alho
- meio copo de vinho branco (ou água ou caldo de galinha)
- 200ml de natas
- salsa picada
- sal e pimenta
- 200g de esparguete
- azeite

Se usar camarões congelados, mergulhe-os numa grande tigela com água fria para descongelá-los rapidamente.
Comece então por cozer o esparguete durante 7/8 minutos, numa panela com água a ferver e com sal.
Escorra e reserve.
Numa frigideira, aqueça um fio de azeite e frite os camarões durante apenas 3 minutos, tendo o cuidado de virá-los e de temperá-los com sal e pimenta.
Retire da frigideira e reserve.
Na mesma frigideira que usou para os camarões, aqueça novamente um pouco de azeite, se necessário, e junte o tomate cortado em pedacinhos e o alho picado. Deixe refogar durante alguns minutos até formar uma espécie de papa. Tempere com sal e pimenta e regue com o vinho branco. Deixe cozinhar novamente alguns minutos e junte as natas, mexendo bem. Quando as natas engrossarem um pouco, junte o camarão e a salsa e deixe refogar durante 3 minutos. Apague o lume e misture o esparguete directamente na frigideira, envolvendo bem com o molho.
E já está pronto!!



sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Queques (Muffins) com pepitas de chocolate (nova receita)

Bom dia!
Quem não gosta de bolinhos bem docinhos e fofinhos para o pequeno-almoço ou lanche?
Esta receita, que encontrei no blog maryseetcocotte.com, foi muito bem-sucedida. Os muffins ficaram fofinhos e saborosos. A repetir sem hesitar!



- 80g de açúcar
- 11g de fermento em pó
- 1 ovo
- 200ml de natas
- 120g de pepitas de chocolate

Préaqueça o forno a 180C.
Bata o ovo e o açúcar durante alguns minutos.
Misture a farinha com o fermento e adicione à preparação anterior, alternando com as natas.
Bata bem.
Junte agora as pepitas e misture mais um pouco.
Leve ao forno durante 30 minutos. 
Deixe arrefecer antes de desenformar.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Sopas de café com leite

Olá a todos !
Aqui pelo Canadá, temos tido dias bastante frios, com temperaturas que descem abaixo dos -20C...
Nessas manhãs de pleno Inverno, apetece um pequeno-almoço reconfortante e bem quentinho.
Tinha algumas fatias de pão que já começavam a secar e lembrei-me que a minha avó fazia muitas vezes esta receita para o pequeno-almoço. Nós regalávamo-nos com este prato simples mas saboroso.E aqui vai a receita :)

- 2 ou 3 fatias de pão velho
- 1 chávena de café forte
- 2 chávenas de leite quente
- 2 colheres de sopa de açúcar

É simples: corte o pão em pedacinhos e misture com o resto dos ingredientes. 
Saboreie enquanto está quente! ;)

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Salada de couscous e feijão frade

Olá!
Depois das férias bem merecidas e bem aproveitadas, sabe bem comer pratos mais ligeiros para compensar os abusos! ;)
Aqui vai uma ideia de salada muito fácil e rápida de fazer. 
Foi o meu almoço deste primeiro dia de trabalho depois das férias e acompanhei com um pequeno prato de sopa de espinafres... uma verdadeira delicia vegetariana!
Pode substituir o feijão frade por grão.

- 100g de couscous
- 125ml de água
- 1 colher de sobremesa de manteiga
- 1 pitada de sal
- 1 lata pequena de feijão frade cozido
- 2 tomates
- 2 colheres de sopa de salsa picada
- sal para temperar a salada
- azeite e vinagre

Leve a água a ferver com uma pitada de sal e a manteiga. Quando a água estiver a ferver, retire do lume, junte o couscous e tape a panela. Deixe reposar durante 5 minutos. Retire então a tampa, misture o couscous com um garfo e deixe arrefecer.
Escorra o feijão frade e lave-o com água fria.
Junte o feijão e os tomates cortados em pedacinhos ao couscous arrefecido.
Tempere com sal, azeite e vinagre (ou sumo de limão).
E está pronto!