sábado, 13 de julho de 2019

Esparguete com molho pesto

Olá e bom fim de semana a todos!

Hoje trago-vos uma receita bem fácil e rápida.
Pessoalmente, nunca tinha feito nem provado molho pesto. Sempre me intrigou mas nunca me senti muito atraída a este molho verde...
Mas como o meu majericão este ano está bem estrondoso e tinha já demasiadas folhas, apesar de utilizá-lo diáriamente nas nossas saladas, decidi finalmente experimentar esta receita.

E fiquei surpreendida com o resultado, o molho é mesmo delicioso!

Achei um pouco enjoativo depois de se comer uma certa quantidade, mas é realmente muito saboroso e gostei imenso.

Lição do dia: nunca hesitar a provar novas receitas! :)

Tirei a receita deste site : https://www.meilleurduchef.com/fr/recette/pesto.html


Para 300g de massa :
(até acho que dava para um pouco mais de massa porque sobrou-me ainda molho no fundo da panela)

- 60g de folhas de manjericâo fresco
- 70g de parmesão ralado
- 3 colheres de sopa de pinhões
- 2 dentes de alho
- 300ml de azeite
- 1 pitada de sal grosso

Num grande copo de batedeira, meta as folhas de manjericâo e a pitada de sal. Triture bem.
Junte agora o parmesão e os pinhões. Triture e logo de seguida comece a juntar o azeite a fio para fazer uma emulsão como se fosse uma maionese.
Junte o alho descascado e triture uma última vez.
E já está pronto a juntar à massa cozida. Nem é preciso aquecer, o calor da massa é suficiente para envolver bem o molho.

domingo, 7 de julho de 2019

Pipocas caramelizadas

Bom domingo a todos!

Hoje trago-vos um petisco doce que apreciamos muito cá em casa: pipocas!

Para fazer as pipocas, uso uma máquina de ar quente que não necessita óleo e que fá-las em apenas alguns minutos."

Mas o artigo de hoje é para partilhar convosco a receita do caramelo para as pipocas.

Depois de inúmeras tentativas aqui em casa, encontrámos finalmente a receita perfeita no canal Youtube "Cupcake Jemma" : https://www.youtube.com/watch?v=qVuGe_qYm0E&t=3s

Juro-vos que as pipocas com este caramelo ficam mesmo parecidas às que compramos no cinema, é uma delicia!!

Sempre tive uma certa apreensão em fazer caramelo mas esta receita ficou excelente. Segui à risca as indicações e quantidades do vídeo e deu mesmo certo!

O único segredo é mesmo não deixar o caramelo queimar e vou explicar isso na receita.


(Para 90g de milho)

- 210g de açúcar branco
- 100ml de água
- 1 colher de sopa de manteiga

Numa panela larga, deite o açúcar e a água.
Não misture com nenhuma colher durante todo o processo, apenas pode agarrar na panela e sacudir ligeiramente a panela para que o açúcar fique homogeneo (pode ver no video que indiquei acima como se faz).

Leve ao lume (a lume médio) e deixe o açúcar  ferver até ganhar uma cor castanha (cor de âmbar). Aconselho a visionar o video que indiquei acima para verificar o nível da cor que precisa atingir. Aqui nesta etapa é que é preciso ter cuidado para não deixar queimar o caramelo.
Assim que atingir uma cor castanha uniforme, já pode desligar o lume.
Dica: no meu caso, a cor castanha começou a formar-se nos lados e no centro demorava mais tempo. Assim que isso acontecia, virei delicadamente a panela em movimentos circulares para misturar o caramelo (sem tocar com nenhuma colher) e assim uniformizar a cor.

Quando atingir a cor desejada, desligue o lume e adicione a manteiga, mexendo rapidamente com uma espátula.

Quando obter um caramelo cremoso e liso, sem espuma e que já não ferve, está pronto!

Derrame o caramelo por cima das pipocas e mexa imediatamente com uma espátula para envolver bem.
Transfira as pipocas para um tabuleiro ou uma placa forrada com papel vegetal e deixe arrefecer.
Quando arrefecerem, já pode separar as pipocas e apreciar !

sábado, 1 de junho de 2019

Sementeiras D30

Bom dia e bom sábado a todos!

Não é tão bom o fim de semana?? :)

Hoje mostro-vos as fotos das sementeiras 1 mês depois de termos semeado.

Os legumes já estão bem grandes e hoje vamos transferi-los para a horta lá fora. As temperaturas já estão agradáveis e o importante é nunca descer abaixo dos 10°C (mesmo durante a noite).

Hoje está um dia cinzento mas quentinho, ideal para transferir as plantinhas lá para fora.



Penso que a nossa missão está cumprida e agora passamos à próxima etapa: tratar delas lá fora :)

Depois mostro-vos fotos lá de fora quando estiver tudo pronto.

Bom sábado e obrigada pela leitura!

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Estufado de porco polaco

Olá a todos!

Esta semana parece que nunca mais termina... e o calor nunca mais cá chega, já começa a ser desesperador.... :( 

Nada como um prato bem reconfortante como este para nos animar ! :)

Esta receita é fabulosa e encontrei aqui no blog da Anna: https://www.polishyourkitchen.com/polishrecipes/polish-pork-stew-gulasz-wieprzowy/

Demora tempo a cozinhar mas é fácil de fazer e a carne fica tão tenrinha e o molho é tão divinal que vale mesmo a pena.

Este prato vai ser feito muitas mais vezes aqui em casa, tenho a certeza!




- 1,2kg de carne porco aos cubos
- sal e pimenta q.b.
- 2 colheres de sopa de azeite
- 3 dentes de alho
- 1 cebola média
- 3 folhas de louro
- 6-8 grãos de pimenta inteiros
- meia colher de sobremesa de especiarias Allspice (não sei se existe esta mistura em Portugal. Como não a tinha em casa, fiz eu própria a mistura: uma pitada de canela, uma pitada de noz moscada em pó e uma pitada de cravinho)
- 1 colher de sobremesa de tomilho seco (ou 1 colher de sopa de tomilho fresco)
- 2 cenouras
- 1 cherivia (eu substituí por batata)
- 1,2l de água 
- 4 colheres de sopa de farinha
- 120ml de água fria (para misturar com a farinha)

Frite o porco no azeite até ficar bem douradinho. Tempere com sal e pimenta segundo a sua preferência.
Junte a cebola e os alhos picados, mexa bem e deixe alourar mais um pouco.
Regue com 1,2l de água, junte o louro, a pimenta, a mistura de especiarias Allspice, as cenouras, a batata (ou a cherivia) e o tomilho.
Misture bem e deixe levantar fervura.
Baixe o lume para o mínimo, cubra e deixe cozer durante 1 hora e meia.
Numa pequena tigela, dissolva a farinha em 120ml de água fria e junte esta mistura à carne.
Misture bem e deixe engrossar.
E já está pronto! :)

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Cogumelos recheados com atum e maionese

Olá a todos e boa segunda-feira!
Cá estamos para mais uma semaninha. Oxalá passe rápido para que o próximo fim de semana chegue bem depressa hi hi :)

Como já mencionei antes, faço parte do grupo "Cantinho das Cozinheiras" no Facebook, e cada mês, o blogue de um dos membros é escolhido em sorteio e cada membro tem o desafio de fazer uma receita desse blog. Este mês o blogue escolhido foi "Recanto com tempero" (http://recantocomtempero.blogspot.com/).



Escolhi esta receita de cogumelos e foi excelente! Gostámos imenso. Aqui está o link direto: http://recantocomtempero.blogspot.com/2016/07/cogumelos-paris-recheados-com-atum-e.html


- 1 lata de atum (160g)
- 1 colher de sopa de maionese
- 1/2 cebola
- 1 colher de sopa de óregãos moídos
- 1 pacote de cogumelos de Paris (no meu caso tinha mais ou menos 20 cogumelos)
- 1 colher de sobremesa de azeite
- sal e pimenta
- queijo ralado

Préaqueça o forno a 180°C.
Lave os cogumelos para retirar os restos de terra e seque-os bem.
Retire os talos de cada cogumelo e reserve,
Tempere com um pouco de sal e pimenta.
Pique a cebola e os talos de cogumelos que retirou. Refogue-os no azeite.
Baixe o lume para o mínimo.
Junte o atum bem escorrido e desfeito com um garfo. Misture e envolva com maionese e óregãos.
Recheie os cogumelos com esta mistura de atum e polvilhe com queijo ralado.
Leve ao forno durante 15-20 minutos.
Sirva imediatamente.

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Francesinha (molho caseiro)

Quase nem preciso de escrever nada para vos apresentar este prato bem típico e bem guloso, que todo o bom português conhece ou pelo menos do qual já ouviu falar.

A Francesinha é um prato originário da cidade do Porto. Conta a lenda popular que foi que um senhor originário do Minho (Terras de Bouro), inventou este prato num restaurante do Porto, depois de ter emigrado para a França e ter sido inspirado pela famosa sandes francesa Croque-Monsieur, que é o equivalente à nossa tosta mista.

História verídica ou não, o que é certo é que se tornou um dos emblemas da nossa gastronomia e até no estrangeiro já falam dela.
Desta vez fiz o molho caseiro, segundo a receita da Xana que encontram aqui:
https://cozinhadaxana.com/2017/02/04/como-fazer-molho-francesinha/

Obrigada Xana porque estava decadente! :)

Desculpem pela qualidade das fotos mas não é um prato muito fotogénico e é dificil mostrar o interior da francesinha.






Para o molho (estas quantidades dão para 4 porções):
- 100g de manteiga
- 1 cebola cortada em meias luas fininhas
- 1 cenoura às rodelas fininhas
- 1 dente de alho picado
- 1 folha de louro
- 33cl de cerveja branca
- azeite
- 1/2 colher de sobremesa de sal fino
- uns grãos de pimenta preta
- 800g de tomate maduro, sem pele, sementes e cortado em cubos (comprei uma lata já preparada) 
- umas gotas de tabasco
- 250ml de água

Para cada sandes:
- 2 fatias de pão de forma
- 2 fatias finas de fiambre
- 1 bife fino frito
- metade de um chouriço frito
- 1 ovo estrelado
- 4-6 fatias de queijo fatiado

Comece por prepara o molho: refogue a cebola, o alho e o louro em 50g de manteiga (reserve o resto para o fim da receita) e um fio de azeite.
Quando a cebola estiver mole e translúcida, junte a cenoura. Misture bem e deixe amolecer a cenoura.
Junte agora o tomate e o tabasco. Deixe reduzir.
Adicione a cerveja, o sal e a água, misture muito bem, tape e deixe cozer até o tomate se desfazer.
Rectifique o tempero segundo a sua preferência.
Retire a folha de louro, triture tudo muito bem e junte as restantes 50g de manteiga. Misture até a manteiga derreter e reserve.

Prepare agora cada sandes com os ingredientes indicados acima, terminando com o queijo fatiado.
Regue generosamente com o molho e deguste!

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Massa cremosa de atum e milho

E cá estou eu novamente com uma receita super fácil e rápida para os jantares da semana quando dispomos de menos tempo e não temos muita vontade de complicar a vida :)

Como já referi anteriormente, aqui em casa, gostamos bastante de massa e é a solução mais prática para quando não se tem nada previsto para o jantar, como foi o caso neste dia.

Nada que umas latas de atum e um pacote de natas não resolvam hi hi hi



- 300g de massa (usei penne)
- 1 lata de atum (160g)
- 1 lata pequena de milho cozido (100g)
- 200ml de natas
- 1 colher de sopa de polpa de tomate
- sal, pimenta, ervas aromáticas
- 1/2 de uma cebola pequena
- 1 dente de alho
- azeite

Coza a massa, escorra e reserve.
Faça um refogado com a cebola e o alho picados no azeite.
Junte o atum escorrido, o milho e a polpa de tomate. Misture e tempere com sal, pimenta e ervas aromáticas.
Deixe refogar alguns instantes e junte as natas. Mexa bem e deixe apurar durante aproximadamente 5 minutes, mexendo de vez em quando. Rectifique os temperos se necessário.
Misture esta preparação com a massa cozida e já está pronto! Pode polvilhar com queijo ralado, se gostar.